Estudo da separação da semente do endocarpo do maracujá em tanque com agitação mecânica

Hissam Abdul Basset Khatib
Mariana Repa de Mendonça
Juliana Vasconcellos Ruiz
Rafaela Carla Correa de Lima
Bárbara Carolina Araújo Siba
Eliane da Silva Góis
Grazielle T. Arbiol Forné
Laís Fernanda de Souza
Diego Armando Santos Alves
Sabrina Martins dos Santos
Karina Morais de Sousa
Deovaldo de Moraes Júnior

Resumo

O endocarpo (polpa) do maracujá é muito utilizado nas indústrias de alimentos para produção de barras de cereais, sucos concentrados ou em pó e sorvetes. Tanques com impulsores mecânicos são geralmente empregados nas indústrias para separar a semente da polpa pela turbulência provocada pelos impulsores. O presente estudo teve por objetivo determinar experimentalmente a mínima rotação fornecida pelo motor no impulsor mecânico, necessária para a separação da semente do endocarpo. A unidade experimental foi constituída de um impulsor axial de 45º, motor de 1/7 de hp em balanço, quatro chicanas, um béquer com volume útil de 2 litros e um tacômetro. As rotações estudadas foram de 300rpm, 600rpm, 900rpm, 1200rpm, 1500rpm, 1800rpm, 2100rpm, 2400rpm e 2600rpm. As relações entre o volume do arilo carnoso e o volume de água foram de 0,425; 0,850; 1,275 e 1,7. O estudo permitiu concluir que com a relação de 0,850 e com rotação de 1800rpm houve o desprendimento da semente do endocarpo sem a quebra das mesmas.

Palavras-chave

Maracujá; Endocarpo; Arilo Carnoso.

Download

 Arquivo PDF (138 Kb).